Tag Archives: fica dica

[Fica Dica] Artigo!

10 set

Olá pessoal,

Passei pra deixar um artigo muito bacana que encontrei no site da Revista Carta Capital. A autora é Clara Averbuck, que fala, sobre o quão discriminadas são as gordas, sim, as mulheres em especial. O texto, intitulado “Deixem as gordas em paz”, é um pouco longo, mas, ela aborda situações cotidianas que nós, que estamos acima do peso conhecemos bem, os preconceitos que pessoas gordas sofrem, enfim, achei um texto bem sensato. Vejam um trechinho:

“Não tem roupa pra gorda no Brasil. Não tem mercado pra gorda no Brasil. Pessoas gordas sofrem preconceito em entrevista de emprego (li que precisam fazer cerca de quarenta entrevistas a mais do que uma pessoa magra). Não tem gorda na televisão, a não ser quando é no papel d’A Gorda. Pessoas gordas sofrem preconceito no sistema de saúde. Pessoas gordas sofrem preconceito no transporte público. Pessoas gordas não são doentes. Pessoas gordas são apenas gordas”(…)

Veja o artigo completo aqui!

É exatamente isso! Só que lendo alguns comentários, ainda tem aqueles do contra, dizendo que o texto é quase uma apologia a obesidade, bobagem, claro! Assim como escrever um texto sobre como mulheres magras são lindas, não faz dele uma apologia a anorexia, certo?

imagesCA5MRF72

Vi até um comentário sobre uma das poucas personagens gordas que consigo pensar que estão agora na TV, na novela das oito “Amor à Vida”, o nome do personagem eu não sei porque não acompanho, mas, as poucas cenas que vi da moça na novela foram simplesmente patéticas, uma gorda no melhor estilo “loser” de ser, que é desesperada pra perder a virgindade e por conta disso se expõe, com frequência, a situações humilhantes e degradantes, que estão longe de serem cômicas. Acho que é bem esse espaço que os gordos tem na mídia há muito tempo (desde sempre?), de gordos.

persefone

Todos os textos que leio sobre o assunto, que geralmente nada mais ‘pedem’ do que respeito a diversidade física de cada um, recebem comentários daqueles preconceituosos velados de sempre. Como eu escrevi aqui uma vez, os gordos são generalizados como pessoas feias, preguiçosas, doentes, mas, como o próprio artigo aborda, não é bem assim, muitos gordos são apenas gordos, mas, são saudáveis, praticam atividades físicas regularmente e não vivem só de cheeseburguer.

A triste conclusão que tiro sempre que vejo pessoas julgando erroneamente textos como esse por ‘ridículos’, é de que o mundo não está preparado para lidar com as diferenças, ou você é magro, branco, cabelo liso e tem algum dinheiro, ou você sofrerá algum tipo de discriminação. E o pior? Por quem não é magro, branco, de cabelo liso ou rico. Isso mesmo! Os primeiros a julgar ou te olhar torto, estão longe de se parecem com deuses do olimpo, tá.

Infelizmente, acabamos optando por emagrecer, claro que com nossa boa auto estima, pensamos na nossa saúde, qualidade de vida e tal, mas, seria hipocrisia dizer que é não bom pensar em não ser julgada como GORDA, antes de qualquer outra coisa, ser julgada só por isso, sem que muitas vezes, nem conheçam outras qualidades ou defeitos que você tenha. É bom pensar que se emagrecer, não vou ver pessoas na rua encarando descaradamente minha barriga, ou ouvindo coisas como: “Você tem o rosto tão bonito, por que não emagrece?”. É um padrão ridículo, cruel, mas, infelizmente, é o que comanda, como vou ser gorda e orgulhosa, se vou passar a vida perdendo vagas de emprego para pessoas mais magras? Como vou bater no peito e dizer: “Posso ser como eu quiser!”, se sei que, mesmo aqueles que se dizem liberais, cabeça aberta, aceitam de tudo, sempre vão preferir alguém de manequim 38 ao invés de 48, 50, hein?!

tumblr_mmfeatphmc1qa5n0go1_500

Se submeter? Não sempre, mas, até certo ponto, quando lhe convém, né!

Anúncios

[Fica Dica] Série – My Mad Fat Diary

29 ago

Oi gente, tudo bem?

Hoje estou aqui fazendo esse post, o qual estou prometendo a mim mesma que faria desde que comecei com o blog, enquanto a série ainda estava em exibição. Meses se passaram desde então, fui protelando, mas, por fim, aqui está.

Não sei se vocês assistem séries de TV, mas, eu ADORO, sou super viciada e assisto um montão delas. Hoje vou falar sobre uma em especial que conquistou meu coração desde o primeiro episódio e que ainda por cima, tem como temática um assunto que tem a ver com o blog.

2013-02-12-MadFatDiary

My Mad Fat Diary é uma série britânica, de temática adolescente, exibida pelo Channel E4 (mesmo de Skins e Shameless duas séries popularíssimas). A história é baseada no livro “My Mad Fat Teenage Diary”, escrito por Rae Earl.

uktv-my-mad-fat-diary-5

A primeira temporada tem seis episódios, é situada na década de 1990 e acompanha a história de Rae Earl (Sharon Rooney), uma adolescente de 16 anos, obesa, que esteve internada durante quatro meses em uma clínica psiquiátrica, por se auto mutilar. A série começa com a saída de Rae da clínica, sua readaptação ao ‘mundo real’, o reencontro com sua antiga melhor amiga Chloe (Jodie Comer), a descoberta de uma nova turma de amigos e um interesse amoroso, que a leva a questão da perda da virgindade.

8440526385_07c8040903_o

MMFD-my-mad-fat-diary-33527808-714-403

images (1)

Rae procura levar uma vida normal e se adaptar a essa nova realidade a qual é exposta, mesmo em meio a seus complexos por estar fora do peso e pelos problemas que a levaram a internação, que vez ou outra ameaçam surgir novamente. Ela acaba revelando uma personalidade incrível que conquista a nova ‘gang’ e deixa Chloe enciumada, colocando em cheque a amizade das duas.

MMFD-my-mad-fat-diary-33527830-854-458

Temos ainda a relação conturbada de Rae com sua mãe (Claire Rushbrook), um tanto relapsa e envolvida num novo relacionamento amoroso com um estrangeiro ilegal. Na turma, temos, além de Chloe, a linda, magra e popular amiga de infância; Izzy (Ciara Baxendale), uma ruiva super fofa e meiga que rapidamente recebe Rae de braços abertos; Chop (Jordan Murphy), o mais velho da turma, engraçadão, que arruma as festas e as bebidas para a galera; Artie (Dan Cohen), por quem Rae se interessa rapidamente, bonito, intelectual, musico, aquele típico nerdzinho fofo que todas amamos e Finn (Nico Mirallegro), um garoto aparentemente revoltado e chato, não aceita Rae de primeira na turma, mas no decorrer da série muda de atitude.

Mad-Fat-Teenage-Diary-008

my-mad-fat-diary-gang

Temos também, claro, aquela turma do bullying, que vive deixando Rae em situações constrangedoras e se sentindo mal com ela mesma, além das amizades que ela conquistou na clínica, como Tix (Sophie Wright) e Danny Two Hats (Darren Evans), com quem Rae mantém uma amizade paralela, já que esconde de seus novos amigos o que enfrentou no passado, por medo de parecer estranha e ser rejeitada, e suas sessões obrigatórias de terapia, onde ela mantém uma relação de amor e ódio com seu terapeuta Dr. Kester (Ian Hart).

maxresdefault

A série é narrada em primeira pessoa, como um diário mesmo, onde ‘ouvimos’ todos os pensamentos e sentimentos da Rae, então, tudo é relatado com muito humor e o drama da série é leve, fácil de absorver, se identificar e se emocionar.

tumblr_mrpatluNHN1qzfdvco1_500

Bem, não vou falar mais, pra não correr o risco de soltar (ainda mais) spoilers pra quem não gosta, mas, eu recomendo fortemente essa série, é praticamente a primeira no meu top 10 e impossível não se apaixonar por tudo, personagens, a história, a arte e sem falar da maravilhosa trilha sonora. Só pra dar uma pista, Rae é fanzoca do Oasis, então, já podem imaginar. A segunda temporada está sendo gravada e deve estrear em 2014, portanto, ainda dá tempo de sobra pra se colocar em ordem, hein.

E o trailer, pra quem ficou curioso!

Por hoje é só e vou pensar em mais séries e filmes legais para indicar aqui.

Até! o/

%d blogueiros gostam disto: