Tag Archives: fase de ataque

É proteína pura ou…

22 abr

… Eu me mato! rs

Brincadeira, não chegaria a esse extremo, mas já passou da hora de encontrar minha força de vontade perdida, arrancá-la de seu esconderijo e usá-la novamente. Por isso, levantei da cama decidida a retomar a dieta de proteínas puras do Dukan, por pelo menos 3 dias, assim depois posso retomar a fase de cruzeiro mais decentemente e sem furos, pelo menos por ora.

Minha semana já começou com um café da manhã com chá e omelete de claras de ovos e no almoço carne, daqui a pouco para o lanchinho da tarde vou de iogurte natural e mais tarde, que normalmente costuma ser minha ‘hora do crime’ vou preparar um bolinho de caneca, de farelo de aveia e talvez umas panquecas Dukan.

É isso, motores funcionando, estamos de volta aos trilhos. Se a vida não anda de um lado, vamos fazer andar do outro, já que esse, só depende de nós mesmos. Hoje perdi a academia, mas mais tarde vou encarar uma aula de Tae Bo.

FUERZA!

images

 

Rocambole de carne moída – Fase de ataque ou PP

20 fev

2824720_orig

 

Ingredientes:

100 g de carne moída

Duas fatias de presunto magro

Duas fatias de mussarela light

Um pote de iogurte natural desnatado

Temperos

Modo de preparo:

Numa vasilha tempere a carne moída com sal, pimenta do reino, orégano  manjericão e/ou temperos a seu gosto. Depois de misturar bem os temperos, use o iogurte desnatado para dar liga e formar uma espécie de ‘massa’.

Polvilhe uma tábua ou assadeira com um pouquinho de farelo de aveia, para não grudar, espalhe a carne, coloque as fatias de presunto, o queijo e enrole. Leve para assar.

Essa quantidade de carne dá um rocambole pequeno, mas para mim serviu 3 refeições tranquilamente. Fica uma delícia!

 

 

10º dia: Os resultados!

13 fev

Bem, hoje (quarta-feira, 13/02/2013) começou com os resultados da primeira fase, o ataque de proteínas puras do método Dukan. Fiz um balanço desses dias:

Primeiro e segundo dias: Foi tudo ótimo, minha determinação estava a mil, comi só o que é recomendado e nem senti.

Terceiro dia: Foi mais complicado, comecei a sentir muita falta de massa, minha boca aguava só de pensar num pãozinho, arroz, batata, mas continuei firme e não caí em tentação.

Quarto, quinto e sexto dias: Voltei à tranquilidade, sem ficar pensando muito no que não era permitido comer, mas, senti falta de salada e frutas. A fome sumiu, mas, para não correr o risco de passar mal, ficar com tonturas ou fraqueza, comia mesmo antes de sentir fome.

Sétimo dia: Caiu bem no domingo, foi complicado também, tive um pequeno deslize e recheei a panqueca (receita Dukan, com farelo de aveia) com doce de leite normal, duas colheres de sobremesa. Mas, procurei não ficar me culpando por isso.

Oitavo e nono dias: Na segunda eu caí mais uma vez, comi uma fatia de pão de forma comum, com mais uma colher de sobremesa de doce de leite. Ontem, nono dia, consegui me manter firme. Só um pequeno mal estar, mas foi porque demorei muito pra fazer uma refeição mais reforçada, depois de ter feito exercícios, tomei só um iogurte e na hora do almoço minhas pernas já estavam fracas.

Décimo dia: Está no começo ainda (escrevo isso 7h30 da manhã), mas não passei a noite bem, acordei de madrugada ansiosa, angustiada, com medo de tudo, tipo, da vida mesmo, levantei, tomei um café com leite desnatado e adoçante e comi (shame) duas torradas temperadas. Mas, antes de mais nada, me pesei e o resultado foi satisfatório, graças a Deus. Perdi 4 kg.  Fiquei feliz, pois, temos que pensar que dez dias, 4 quilos, é um bom número, vai. De olhar no espelho, não consigo perceber, visualmente, nenhuma diferença e creio que não acontecerá antes dos primeiros dez quilos, pelo menos, mas os efeitos internos eu sinto desde o primeiro dia, estou mais disposta, bem humorada, me sinto mais saudável, como se estivesse limpando meu corpo de todos esses anos de uma alimentação desregrada e desenfreada.

Hoje ainda pretendo manter as proteínas puras, amanhã começarei com a fase de cruzeiro (uma semana de proteínas+legumes/verduras, por uma semana de proteínas puras), mas, para não correr o risco de cair de vez em tentações mais prejudiciais das que eu cometi até agora, decidi adaptar um pouco a dieta, estou ciente de que isso pode retardar os resultados do método, visto de quando é seguido à risca, mas, acho melhor fazê-lo do que correr o risco de abandonar de vez.

Minha ideia é, para não correr o risco de, na hora do desespero, comer alguma coisa gordurosa, cheia de carboidratos ruins, deixar em casa, como opção, arroz, pão, torradas, bolachas, tudo integral e frutas, e quando tiver que consumi-los, fazer na semana das PL e manter o rigor nas semanas das PP. Admiro quem consegue seguir a risca essa fase, que é a mais longa, eu cheguei à conclusão que pra mim, será mais fácil recorrer à esses recursos para fugir da desistência definitiva da dieta.

Levando em conta que vou REALMENTE banir da minha vida (pelo menos, por um bom tempo) as guloseimas, doces, refrigerantes, fast food, frituras, carboidratos normais (tipo, pão francês, arroz comum, massas, batatas, etc), acredito que esses ‘acréscimos’ que farei, podem não ser o estritamente recomendável, mas, não serão tão prejudiciais. Como eu disse, por mais que retarde um pouco o processo, vou manter a alimentação saudável, regrada, os exercícios e creio que todo o sacrifício que continuarei fazendo ( já que de qualquer maneira, abrirei mão de tudo que sempre amei comer e de muitas coisas que as pessoas comem ‘normalmente’, como o arroz e feijão de cada dia), culminarão na perda de peso, de qualquer maneira.

Resumo da fase de ataque do método Dukan:

Duração: Dez dias

Peso Inicial: 120 kg

Peso Final: 116 kg

250691_208920875913248_1391899766_n

 

Em frente!

%d blogueiros gostam disto: